INFORM

Introdução à Informática na Saúde
Dotar os alunos de conhecimentos e competências na escolha, desenho e gestão de sistemas de informação em saúde e registos clínicos electrónicos.

Conhecimentos

• Características gerais dos sistemas de informação em saúde (SIS) tais como registos clínicos, monitorização de doentes, radiologia, saúde pública, educacional, bioinformática e de gestão de conhecimento
• Arquitecturas e tecnologias destes sistemas, com enfoque nos aspectos comuns nas diferenças e no desenho
• Arquitecturas, componentes e exemplos de SIS, especialmente de SIS hospitalares e de clínicas, no suporte aos profissionais de saúde e aos gestores das instituições
• Especificações de funções de TI que suportam o uso ético, seguro, eficiente e responsável da informação e da decisão cínica
• Arquitecturas e exemplos de SIS no suporte ao doente e ao público
• Arquitecturas e exemplos de SIS no suporte ao gestores dos serviços de saúde na comunidade e regionais
• Etapas de desenvolvimento de um SIS e tendências atuais do desenvolvimento das aplicações
• Principais componentes do workflow da informação clínica: identificar problemas de segurança, prescrição, gestão de requisições e de exames, comunicação, documentação, segurança da informação e desenvolvimento de TI na saúde
• Estratégia na gestão da informação organizacional

Aptidões e competências

• Usar de uma forma eficiente e responsável as ferramentas de processamento de informação, no suporte à prática e à decisão dos profissionais de saúde
• Planear SIS orientados aos objectivos dos serviços de saúde
• Tratar de questões relacionadas com a recolha e percursos dos dados, incluindo medidas de qualidade e de desempenho
• Definição dos requisitos dos SIS
• Analisar os processos de prestação de cuidados para promover a segurança do utente, a qualidade na prestação de cuidados e desenhar diagramas UML desses processos
• Identificar os principais problemas e constrangimentos na implementação de SIS
• Gerir Sistemas de Informação em Saúde

Como podem os computadores auxiliar a prestação de cuidados
Identificar e analisar a necessidade de sistemas de informação
Desenvolvimento e implementação de sistemas de informação em saúde
Registos Clínicos Eletrónicos
Integração de sistemas de informação e ontologias médicas
Formatos de comunicação de dados
Barreiras na recolha de informação
Tendências atuais no desenvolvimento de aplicações
Principais dificuldades nos SI na saúde
Uso significativo da informação
Os conteúdos lecionados dotarão os alunos dos conceitos necessários e suficientes para compreender e aplicar os métodos a que a unidade curricular se propõe, ao mesmo tempo que permitirão dotar os alunos das competências de integração das técnicas na futura prática.
Métodos de ensino
• Aulas teórico-práticas com apresentação e discussão de temas, exercícios em grupo e individuais
• Trabalho de investigação em grupo com apresentação de um artigo cientifico no final
Métodos de avaliação
• Exame final (10 valores)
Trabalho de grupo (10 valores)
As aulas teórico-práticas são adequadas para a transmissão dos conceitos teóricos envolvidos e permitirão o desenvolvimento das competências e comportamentos necessários à integração destes novos métodos científicos na prática diária.
– Shortliffe E, Cimino J. Biomedical Informatics – Computer Applications in Health Care and Biomedicine. 3rd ed: Springer; 2006.
– H. Pardes , Harold P. Lehmann , Patricia A. Abbott , Nancy K. Roderer , Adam Rothschild , Steven F. Mandell , Jorge A. Ferrer , Robert E. Miller , Marion J. Ball. Aspects of Electronic Health Record Systems. Springer; 2 edition (March 21, 2006)